FICC paga a primeira parcela do Auxílio Financeiro Cultural a artistas de Itabuna

25/09/2021 | Afonso Henrique Coelho Dantas

A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), iniciou na sexta-feira, dia 24, o pagamento da primeira parcela do Auxílio Financeiro Cultural, promovido pela Lei Mestre Sabará. No total, 313agentes culturais serão beneficiados com o auxílio, que será depositado até segunda-feira. As datas se estendem, devido ao procedimento padrão do Banco do Brasil, responsável por realizar os depósitos em diferentes contas e agências bancárias.

Estiveram aptos a receber o auxílio, os agentes culturais que residem em Itabuna, atuam há mais de três anos na área artística/cultural, possuem renda familiar mensal de até meiosalário mínimo e estão cadastrados e homologados no CADCULTI. Ao final, serão três parcelas de R$ 300,pagos com recursos próprios, arrecadados no ano de 2021.

A conquista do auxílio financeiro para os profissionais da Cultura itabunenses, foi instituída pela Lei Mestre Sabará, sancionada no dia 7 de agosto.“Após ter a Lei sancionada, iniciamos todo o processo de seleção. Em menos de dois meses, conseguimos abrir edital, realizar a análise, reavaliação de recursos e homologar os agentes aptos a receber o auxílio e realizar o pagamento. Esse é um reflexo da preocupação da gestão do prefeito Augusto Castro em darsuporte e minimizar os danos causados pela pandemia para a classe”, afirma o presidente da FICC, Aldo Rebouças.

O nome da Lei é uma homenagem, em vida, para o músico e baterista Adalmiro Leôncio da Silva, mais conhecido como Mestre Sabará, representando a valorização do seu legado artístico e reconhecimento do patrimônio cultural itabunense. “Para nós, é motivo de grande alegria homenagear a cultura de Itabuna, de forma simbólica, através da Lei. É uma forma de reafirmar o nosso compromisso de manter firme as nossas raízes” completa o prefeito Augusto Castro.
____________
Departamento de Comunicação Social
Secretaria de Relações Institucionais e Comunicação