Unidades de Referência para Síndromes Respiratórias Agudas registraram 939 atendimentos

05/03/2021 | Afonso Henrique Coelho Dantas

Refletindo a gravidade do momento que o município de Itabuna vem enfrentando por conta da pandemia do novo coronavírus, um total de 939 atendimentos foi registrado num período de 12 dias em duas Unidades de Referência para Pacientes com Síndromes Respiratórias Agudas. Popularmente apelidadas de gripários, estão instaladas na Centro de Saúde José Maria de Magalhães Neto (antigo Sesp), no centro, e na Unidade Básica de Saúde José Edites, no Bairro São Caetano.
A preocupação com a elevação dos índices da Covid-19 também levou o prefeito Augusto Castro (PSD) a determinar a abertura de mais duas Unidades de Referência, que começaram a funcionar na quarta-feira, dia 3, na Unidade de Saúde da Família Renan Moreira, no Parque Boa Vista, e na Unidade Básica de Saúde Möise Hage, no bairro Lomanto Júnior. Os atendimentos aos pacientes nas quatro unidades acontecem de segunda a sexta-feira, 16 às 22 horas.
De acordo com o fluxograma de atendimento estabelecido pela Secretaria Municipal de Saúde, nestas unidades as pessoas com suspeitas de síndrome gripal passam pelo acolhimento, preenchimento da ficha de notificação e encaminhamento para triagem, consulta de enfermagem, consulta médica ou realização de testagem do tipo PSR.
Segundo a supervisora do Departamento de Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde, enfermeira Alessandra Lopes, quando são identificados pacientes com casos leves da Covid-19 acontece à prescrição da medicação e do isolamento social de 10 dias. Nos casos de sintomas graves da doença, os pacientes são encaminhados de ambulância de suporte ou pelo Samu-192 para a UPA- 24 Horas, no Bairro Monte Cristo.
“O objetivo prioritário das Unidades de Referência para Pacientes com Síndromes Respiratórias Agudas é assegurar às pessoas com suspeitas ou diagnosticadas positivamente para a Covid-19, o acolhimento e cuidados necessários ao tratamento adequado, bem como evitar à evolução para o agravamento do quadro clínico”, frisou Alessandra. Ela disse ainda, que o funcionamento das unidades visa também racionlizar ao máximo o fluxo no atendimento da UPA 24 Horas e nas unidades hospitalares.
__________
Departamento de Comunicação Social
Secretaria de Relações Institucionais e Comunicação