Estudo da Uesc serve de alerta contra ocorrências da Covid 19 em Itabuna

09/02/2021 | Afonso Henrique Coelho Dantas

A Secretaria Municipal de Saúde alerta a população de Itabuna para um levantamento produzido pelo grupo de estudos do setor de epidemiologia da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Segundo os dados apresentados, a cidade é a 3° da Bahia em número de casos da Covid 19 e de mortes pela doença, conforme levantamento até o dia 03/02.

A situação causa preocupação à secretária Lívia Mendes Aguiar que recomenda a mobilização de vários setores da sociedade para que a situação não se agrave. A titular da Secretaria Municipal de Saúde afirma que a Prefeitura vem atuando firmemente para a contenção do número de casos com recomendações à população que deve manter o distanciamento social, evitando qualquer tipo de aglomeração e usar cotidianamente máscara e álcool gel.

“Sem isso, corremos sério risco. Por isso que necessitamos da compreensão e ajuda de todos neste esforço. Em algumas cidades do sul do Estado, a situação também preocupa a Secretaria de Saúde da Bahia que aponta a elevação do número de casos para patamar de 83%, vivemos um quadro preocupante”, disse a secretária.

Além das recomendações, Lívia Mendes Aguiar anota que o prefeito Augusto Castro determinou a reativação do Comitê Covid-19, já ocorrida na semana passada, que pode ser um instrumento importante para que o combate à doença seja intensificado. “Precisamos unir sociedade civil e a gestão municipal para reduzir os casos na cidade”, disse.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, hoje Itabuna tem 711 casos ativos da Covid-19 e 20.355 confirmados, uma alta de 3,6%, em relação aos últimos sete dias. Lívia Mendes ressaltou que a Prefeitura de Itabuna, através da Secretaria de Saúde já desenvolve ações para conter o novo Coronavírus como a testagem em moradores e comerciantes dos bairros de maior incidência, além de outras ações.

Ela anunciou a aquisição de 300 testes de antígeno, que dá um resultado mais preciso em caso de contaminação de pessoas como reforço aos testes de PCR já realizados, mas com o objetivo de ter um diagnóstico mais ágil e isolar rapidamente o paciente suspeito. Também estão acontecendo testes rápidos na comunidade e nas empresas que notificam casos suspeitos. A UPA-24 Horas também já conta com aparelho que faz o diagnóstico a partir do antígeno do vírus.

Além disso, vai reativar a “Patrulha do som”, com foco na prevenção do Covid, que é o patrulhamento de bares e restaurantes para fiscalizar o cumprimento das medidas de biossegurança numa ação coordenada com as secretarias de Segurança e Ordem Pública e Indústria, Comércio, Emprego e Renda, Guarda Civil Municipal, Polícias Militar e Civil e Ministério Público.
No entanto, a secretária municipal de Saúde ressalta que a conscientização das pessoas é fundamental no enfrentamento à doença. “É preciso manter o distanciamento social, o uso da máscara protetora e do álcool em gel”, reforça. Sem a consciência da população, nenhum esforço por parte da Secretaria, é completamente efetivo para evitar um colapso, se os números continuarem com esse ritmo de crescimento”, enfatiza.

Segundo explicou só haverá maior segurança quando 70 % da população estiverem imunizados. “Ainda estamos muito longe desse índice. Apesar da vacinação em andamento, ainda não temos a segurança que precisamos”, afirmou.