SME ANUNCIA RECURSOS DE R$803 MIL PARA AS SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS

27/11/2020 | Assessoria de Comunicação

A secretária municipal da Educação de Itabuna, professora Nilmecy Gonçalves, esteve reunida, nesta quinta-feira (26), no Centro de Atenção Integral à Criança Jorge Amado – CAIC, com 28 profissionais docentes da Rede Municipal de Ensino que atuam diretamente nas Salas de Recursos Multifuncionais (SRMs), com estudantes público-alvo da Educação Inclusiva. A reunião aconteceu na Sala de Recursos da escola e a secretária falou dos desafios e avanços da rede na Educação Inclusiva, especialmente em se tratando de uma secretaria com especificidades tão abrangentes e amplas.

Disse que a Rede Municipal de Ensino tem um papel crucial no tocante ao tema Educação Inclusiva, por ser a que mais atende e acolhe ao público à ela inerente. Ainda na oportunidade, a secretária falou da chegada de um aporte financeiro importante, no valor de R$803 mil, específico para as SRMs, informação que foi bastante comemorada pelas professoras.

O aporte chega para ajudar na reestruturação das salas de 25 escolas pré-selecionadas pela Secretaria de Modalidades Especiais (SEMESP) do Ministério da Educação. O financiamento chega através do Programa Dinheiro Direto na Escola – PDDE (Sala de Recursos Multifuncionais e Blingues de Surdos),

Uma das escolas beneficiadas (a Escola Só o Amor Constrói, no bairro Santo Antônio), é a única que ainda não possui a sala instalada, o que será feito a partir desse novo investimento.

Além dela, receberão recursos o CAIC Jorge Amado e Grupo Escolar Roberto Santos (no Jardim Primavera), a Escola Betel e a Escola Municipal Sementeira (bairro de Fátima), a Escola Municipal 28 de Julho e a Escola Municipal Flávio José Simões Costa (Califórnia), Instituto Municipal de Educação Aziz Maron – IMEAM (Centro), Grupo Escolar Professor Everaldo Cardoso (São Caetano), Escola Municipal João Mangabinha Filho (Mangabinha), Grupo Escolar Frederico Smith Lima e Grupo Escolar Maria Creuza Pereira da Silva (Urbis IV), Grupo Escolar Municipal Pedro Jerônimo e Escola Municipal Margarida Pereira (Pedro Jerônimo), Grupo Escolar Amélio Cordier (bairro Santa Inês), Grupo Escolar Ana Francisca Messias (Ferradas), Escola Municipal José Nunes do Nascimento (Fonseca), Instituto Municipal Teosópolis (Conceição), Grupo Escolar Raimundo Jerônimo Machado (Nova Itabuna), Escola Roça do Povo (Roça do Povo), Escola Municipal Lions Club de Itabuna – Centro e Escola Esperança (ambas no Santo Antônio).

A assessora da Educação Inclusiva do Departamento da Educação Básica (DEB/SME), professora Márcia Peixinho, explicou que o critério do Ministério da Educação para definir as escolas contempladas foi o número de estudantes com deficiência declarados no Censo Escolar. “As escolas que declararam 30 alunos, receberão a verba de R$20 mil; de 31 a 80 alunos, R$32 mil; e acima de 80 alunos, R$45 mil cada”, apontou a assessora. “Há seis anos, as Salas de Recursos Multifuncionais não recebiam nenhum recurso financeiro”, concluiu.

A secretária Nilmecy Gonçalves disse também que o montante será utilizado para aquisição de material didático, pedagógico, recursos de tecnologias assistivas, materiais e equipamentos para o atendimento educacional especializado bilíngue de alunos surdos ou com cegueira e baixa visão. “Nossa lista traz 103 itens dos mais diversos, entre os quais ábacos, vários tipos de alfabetos, caixinhas de números, calculadora sonora, vários tipos de dominós, livros, memórias educativas, quadro magnético, soroban, pinos de encaixe, tangran, teclado braile, bandinha rítmica, caixas de som, computador, fones de ouvido, impressora multifuncional, etc”, apontou.

O ponto alto do encontro, além do anúncio da chegada da nova verba, mais uma vez, foi a maneira bastante carinhosa com que a secretária agradeceu a cada professora pelas contribuições, pela colaboração, pelo apoio, pelo trabalho realizado.

Disse que para “uma professora trabalhar com pessoas especiais, tem quer ser também com muita sensibilidade, um ‘dedicar-se’, um carinho muito especiais. Porque esse é um público-alvo com muitas peculiaridades. Entendê-las é um dom”, disse a secretária.

Em resposta, algumas professoras retribuíram o agradecimento, dizendo que os gestos de carinho, atenção, cuidado, sensibilidade e humanidade foram assimilados pela rede, tornando o trabalho da secretária bastante singular.

A Rede Municipal de Ensino de Itabuna possui atualmente 1.348 estudantes matriculados que são público-alvo da Educação Inclusiva.

_

Prefeitura de Itabuna.
Secretaria Municipal da Educação (SME).
27 de novembro de 2020.