Óbitos de causa indefinida são investigados rigorosamente pela VIEP de Itabuna

13/08/2020 | Assessoria de Comunicação

A Prefeitura Municipal de Itabuna, através da Secretaria Municipal de Saúde/Vigilância Epidemiológica (VIEP), tem realizado um longo trabalho de investigação para os casos de óbito de causa indefinida que ocorrem no município. De acordo com o Secretário de Saúde, Emerson Oliveira, o objetivo é identificar se essas mortes de causa indefinida que ocorrem nos hospitais ou em residências são consequência da COVID-19 ou de outra patologia pré-existente.

“A Vigilância Epidemiológica realiza todo um procedimento após o óbito, como por exemplo, coleta de material para novo teste, e visita ao domicílio para conhecer o histórico do paciente através dos familiares”, informa o Secretário. E completa explicando que após esse trabalho, as informações dos óbitos seguem para a Diretoria Regional de Saúde (Dires/Sesab), para que em um prazo de até 30 dias o Núcleo de Investigação da Região dê o parecer com a qualificação do óbito.

Como consequência desse prazo de 30 dias, ocorre de em alguns momentos surgir um número maior de mortes no município em um único dia. Assim como aconteceu no último Boletim da COVID-19 divulgado na quarta-feira (12), quando foram registradas três óbitos a mais ao comparar com o dia anterior. “Eles foram registrados no boletim do dia 12 porque a causa da morte foi oficialmente identificada neste dia, mas elas ocorreram de fato nos dias 08 e 31/07 e 07/08, respectivamente, sendo que duas delas, já tinham histórico de hipertensão e cardiopatia”, esclareceu.