EDUARDO KOWALSKI FECHA COM CHAVE DE OURO A PRIMEIRA ETAPA DAS LIVES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO

19/06/2020 | Assessoria de Comunicação

O médico Eduardo Kowalski Neto foi o participante convidado da terceira live da formação continuada à distância promovida pela Secretaria Municipal da Educação de Itabuna (SME), nesta quinta-feira (18), tendo como público-alvo os professores da Rede Municipal de Ensino.

O profissional fechou a primeira etapa das transmissões, que se voltou exclusivamente para tratar de temas voltados para a saúde física e emocional dos educadores. Neste terceiro encontro, Kowalski falou sobre “Com (vivências) sociais no aspecto pandêmico de longo prazo”.

Com uma abordagem mais técnica, só que usando uma linguagem bastante acessível, o médico disse que a acepção de um “novo normal” vai ter que se transformar em regra nos próximos tempos, especialmente no que se refere à expectativa de retorno das atividades escolares. Disse também que “ainda não é o momento de se pensar em abrir as escolas, mesmo porque a curva de contágio do Coronavírus, em Itabuna, ainda é ascendente e quaisquer protocolos de retomada das atividades da Educação só poderão ser colocados em prática, no que se refere ao ensino presencial, com a diminuição na quantidade de novos casos”.

O médico projetou que as atividades nas escolas possam ser retomadas no mês de julho ou em agosto e, ainda assim, com um controle rígido sobre a quantidade de pessoas nos espaços, atentando-se para as diversas medidas de prevenção, como o uso de álcool em gel de hora em hora, desinfecção dos ambientes com hipoclorito, utilização das máscaras de proteção, sistematização de atividades individuais e distanciamento mínimo de um metro e meio entre as pessoas.

Com a mediação da chefe de gabinete da SME, professora Maria da Conceição Lagariça Lawinscky, o médico ainda respondeu aos diversos questionamentos dos professores e fechou a live apontando o quanto o convívio social, no atual momento, é perigoso. “O vírus precisa do convívio entre as pessoas para se disseminar, então essa pandemia incide diretamente nos valores culturais mais intrínsecos que temos em nossa sociedade, especialmente entre os profissionais da educação que é justamente o convívio e a afetividade. Tudo isso terá de ser repensado, reavaliado e adaptado, para que tanto professores quanto alunos estejam protegidos”, disse.

A secretária municipal da Educação, professora Nilmecy Gonçalves, disse que as três lives da primeira etapa da formação superaram todas as expectativas. Segundo ela, “acredito que fomos muito bem-aventurados em todos os aspectos, pois tivemos a presença de espírito de compreender o quanto os nossos profissionais estavam desejando esse momento, que não foi só de escuta, mas também foi um lugar de fala, de troca, uma via de mão-dupla entre a secretaria e os professores, que abraçaram a ideia, participaram, sugeriram, tiraram suas dúvidas. Os professores se reencontraram nas nossas transmissões, mataram a saudade uns dos outros e perceberam que os pontos de interrogação que persistem entre eles também são os mesmos que persistem junto ao poder público”, afirmou.

A live desta quinta-feira teve um pico de 540 expectadores, sempre com o apoio da Câmara Municipal de Vereadores de Itabuna, dos departamentos e assessorias da SME e das equipes gestoras das unidades escolares.

A partir dessa sexta-feira (19), se iniciarão as lives que versarão sobre a Construção do Referencial Curricular da Rede Municipal de Ensino. Às 14h, a formação recebe o professor doutor Tiago Lavora, numa conversa que será mediada pela assessora de Formação Continuada do Departamento da Educação Básica (DEB/SME), professora Elisângela Messias. O tema do Dr. Lavoura será “Os Fundamentos da Pedagogia Histórico-crítica”. A live será transmitida pela internet, no canal do Núcleo de Tecnologia Municipal (NTM), no You Tube. Todas as transmissões contam com transmissão simultânea para a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS).

___

Prefeitura de Itabuna.
Secretaria Municipal da Educação.
18/06/2020.