Dia da Criança Eco-Ambiental agita Ferradas no final de semana

14/10/2019 | Assessoria de Comunicação

Uma ação conjunta da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) e o Grupo Alegria da Comunidade movimentou Ferradas, no sábado (12), com a realização do Dia da Criança Eco-Ambiental, uma grande mobilização comunitária complementada por show musical, além de apresentações do palhaço Calundu, de contação de histórias, plantio de árvores frutíferas, finalizados pela distribuição de presentes para crianças e do plantio de mudas.

O evento marcou mais uma etapa de uma série de atividades de educação ambiental, como parte do Projeto de Arborização Ferradas Mais Verde, com apoio da Biofábrica do Cacau e Secretaria de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente. Realizado em frente à Casa de Jorge Amado, que funciona como um centro de cultura para a comunidade de Ferradas, o evento recebeu pela manhã a visita do prefeito Fernando Gomes, acompanhando os preparativos para o projeto de educação ambiental.

Como representante do presidente da FICC, Jam Costa destacou a importância do Projeto Ferradas Mais Verde como resultado de uma parceria com outras instituições e setores representativos da população, como o Grupo Alegria da Comunidade. Destacou ainda, que a fundação está aberta para projetos voltados para a valorização do esporte, da cultura, do turismo e a propostas voltadas para a preservação dos recursos naturais.

O representante do Alegria da Comunidade, Fábio Santos Souza, o Binho, salientou a importância da parceria com a FICC, que vem resultando na promoção de eventos voltados para a melhoria da qualidade de vida da população de Ferradas, “uma ação que esperamos ver ampliada e continuada para a nossa gente”.

A coordenadora do Projeto Ferradas Mais Verde, Genny Xavier, enfatizou que o evento marca a culminância de uma das etapas do trabalho de educação ambiental, agora com o plantio e distribuição de mudas, mas que terá continuidade com novas ações nos próximos meses. Nesta etapa foram distribuídas mudas de graviola, banana, abacaxi, ipê amarelo, olho de pavão e plantas frutíferas nativas da região.

Programação

A programação incluiu também um show musical infantil com Jam Costa, interpretando cantigas de roda e foi complementada com a apresentação da peça “Quem come capim dá bom dia a cavalo”, dirigida por Marcos Nô e participação do Grupo de Teatro de Rua da FICC, que realiza um trabalho experimental que vem sendo realizado em diversos bairros da cidade.

Larissa e Adilson Nascimento atuaram na contação da história de Obax, baseado no livro de André Neves, enquanto o palhaço Calundu, fez a alegria da garotada finalizando a programação com a distribuição de mudas e brinquedos para crianças da comunidade.

Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC)
Assessoria de Comunicação Social