SME REALIZA ENCONTRO DE PAIS COM AS ESCOLAS BATISTA DA CALIFÓRNIA E FLÁVIO SIMÕES

13/09/2019 | Assessoria de Comunicação

Masgleide Andrade, 32 anos, auxiliar de serviços gerais, moradora do bairro Santa Inês, é mãe do pequeno Arthur, estudante do 3º ano da Escola Batista da Califórnia; Erlon Silva Viana, 45 anos, morador do bairro de Fátima, trabalhando atualmente como vigilante e garçom, é padrasto de uma criança e um adolescente, a criança (de 9 anos) estudando também na Escola Batista. Para Masgleide, uma reunião de Pais e Mestres é o momento em que é possível conhecer melhor os professores, a escola, acompanhar a vida escolar do seu filho. A mesma perspectiva é assimilada por Erlon; para ele, “é sempre bom saber quem são as pessoas que atuam na equipe escolar, saber da vida do aluno e acompanhar a escola em si”, afirmou.

As impressões de Margleide e Erlon estiveram corroboradas, na manhã desta quarta-feira (12), com a proposta da Secretaria Municipal da Educação de Itabuna (SME), que procedeu a segunda edição do “Encontro de Pais: ESCOLA & FAMÍLIA e suas corresponsabilidades”, realizada na sede da Igreja Batista da Califórnia. A primeira foi realizada no início do ano letivo, no Instituto Municipal da Educação Aziz Maron (IMEAM). “Esses encontros, que acontecem como um dos desdobramentos da Jornada Pedagógica da Rede Municipal de Ensino, que versou sobre ‘EDUCAÇÃO: Linkando O DIREITO às RESPONSABILIDADES’, no início do ano, visam justamente fortalecer o vínculo entre as escolas e as famílias, trazendo-as para um plano efetivo de parceria que não pode e nem deve deixar de fora esse sujeito tão importante no processo do ensinar e do aprender, que são os pais e responsáveis”, disse a secretária Nilmecy Gonçalves.

Na abertura do evento, o ator e assessor de Arte e Cultura, Lucas Oliveira, descortinou um momento de bastante descontração num esquete da peça teatral “Auto Falante”, que retrata com bastante humor as características peculiares de um itabunense que volta à sua cidade após passar anos em São Paulo e relembra bons momentos do seu tempo de infância e adolescência, especialmente no que se refere à vida escolar nos idos dos anos 80.

Proferindo a palestra tema ao encontro, o professor José Roberto Araújo dos Santos, mestre em Cultura e Turismo pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), mestre em História da Igreja pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma (Itália), pós-graduando em História do Brasil, padre e assessor na Igreja Católica das equipes de Nossa Senhora (casais que se reúnem mensalmente para conversas sobre a importância da unidade familiar), traçou um panorama completo sobre o papel da escola, dos professores e dos pais e responsáveis na Educação dos estudantes, trazendo-os (os pais e responsáveis) para uma reflexão sobre a importância de participarem ativamente de todas as atividades propostas pela escola. Para ele, “o maior erro que um pai ou uma mãe podem cometer ao participar da vida escolar dos filhos é o de desconstruir quaisquer possibilidades de avanços nos assuntos e temas que são levados para casa, para serem estudados. Os filhos de vocês são muito inteligentes, e os professores sabem disso, sabem de tudo o que um estudante é capaz, mas, às vezes, sente uma dificuldade aqui e outra ali. Vocês, como pais, devem incentivá-los a superar as dificuldades e a avançarem”, disse o professor.

A segunda edição do Encontro de Pais contou com a assinatura da SME, através do Departamento da Educação Básica, citando a diretora Joadilma Priscila Trindade e das Assessorias de Fortalecimento da Gestão, envolvendo as professoras Radja Fontes, Suzie Farias, Hustana Fernanda, Patrícia Renata, Regiane Cruz e Sandra Regina Ramos. As diretoras do Flávio Simões e da Escola Batista da Califórnia, respectivamente as professoras Cileudy Franco Nunes e Alrimar da Silva Bastos, também procederam pronunciamentos de boas-vindas no início da programação. Ao todo, o encontro contou com a presença de quase 250 pais e responsáveis, o que superou a expectativa da SME.