Caminhada sensibiliza sociedade no Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

13/06/2019 | Assessoria de Comunicação

Uma grande Caminhada com o objetivo de sensibilizar a sociedade Itabunense para a questão do trabalho infantil movimentou a avenida do Cinquentenário na tarde desta quarta-feira (12), dia mundialmente celebrado como o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, que esse ano teve o tema: “Criança não deve trabalhar, Infância é para Sonhar”. A ação que foi uma iniciativa da Prefeitura de Itabuna, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, contou com o apoio da Secretaria de Municipal de Segurança, Transporte e Trânsito (Sesttran), Secretaria Municipal de Educação, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, além de diversas entidades representativas e membros da sociedade civil.

Participando da caminhada, a secretária Sandra Neilma alertou sobre os prazos estabelecidos para erradicar o trabalho infantil, determinado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) e lamentou que no Brasil ainda existam aproximadamente 2,5 milhões de crianças em situação de trabalho infantil. “Daí a nossa necessidade de mobilizar a sociedade, trazendo a todos essa reflexão, pois é um dever de toda a sociedade enfrentar as violações e combater a violência contra crianças e adolescentes”, disse.

Ao fim da atividade, Sandra Neilma avaliou positivamente os resultados da campanha, ressaltando que o objetivo de sensibilizar as pessoas está sendo alcançado, mas enfatizou que é preciso o empenho de todos para continuar fortalecendo a rede de combate ao trabalho infantil de modo a acabar de vez com essa violação de direitos. “A nossas ações não param por aqui e vão continuar acontecendo durante todo o ano, com a equipe do PETI diariamente atuando nas comunidades, nos bairros, nas feiras, no lixão, identificando os casos e desenvolvendo ações para combater violência para com crianças e adolescentes”.

A coordenadora do PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), da Assistência Social, Maria D’Ajuda Cavalcante Lucas, agradeceu a equipe e aos parceiros que atuaram para realizar a caminhada. A presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Suzi Meire reforçou que toda a população deve estar atenta e denunciar os casos que tomarem conhecimento, através dos canais de denúncia Disque 100 e 190 (Polícia Militar). “Lugar de criança é na escola e precisamos proteger nossas crianças e denunciar as situações aonde encontramos violações de direitos”, concluiu.
________________________________
Texto: Wilson Junior
Fotos: Waldyr Gomes