Seminário discute ações para fortalecer Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra crianças e adolescentes

17/05/2019 | Assessoria de Comunicação

A Prefeitura de Itabuna, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, promoveu, na manhã desta sexta-feira (17), o Seminário do Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra crianças e adolescentes, que é lembrado no dia 18 de maio. O evento, que foi realizado no auditório da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), teve início com apresentações culturais protagonizadas pelas crianças assistidas no Serviço de Fortalecimento Vínculos e Convivência da SAS e Fundação Marimbeta.

Após formação da mesa de abertura do seminário, a secretária Sandra Neilma, que na oportunidade representou o Prefeito Fernando Gomes, parabenizou o trabalho das instituições que atuam na rede de proteção as crianças e agradeceu a presença dos participantes do no seminário e o apoio dos palestrantes por compartilhar o conhecimento e as experiências de suas vivências. Segundo a secretária, “o 18 de maio é uma data importante e é preciso dialogar sobre as ocorrências e sobre como essa violação de direitos gera um impacto negativo na vida das crianças e dos adolescentes”.

Em sua palestra o Dr. Marcos Bandeira, que já atuou como titular na vara da infância e juventude, abordou o tema da Proteção Integral às crianças e adolescentes em situação de violência intrafamiliar com ênfase na violência sexual. Marcos Bandeira explicou pontos sobre a doutrina da proteção integral, abordando o contexto histórico e a evolução da legislação que defende as crianças e adolescentes. Durante sua apresentação, Marcos Bandeira defendeu a implementação e o fortalecimento de políticas públicas para fazer valer a legislação vigente, fazer valer os direitos fundamentais.

Também presente no seminário, a diretora do Departamento de Proteção Social Especial de Média Complexidade da SAS, Rosana Bandeira destacou as ações dos programas executados pela SAS, a exemplo do PETI, que vem trabalhando diuturnamente para coibir ações de violência contra crianças e adolescentes. A Coordenadora do Creas Paefi, Alana Araújo Del Rey, ressaltou a importância do diálogo para que se fomente o conhecimento acerca do tema. Os representantes do Conselho Tutelar, Washington Alves Pereira, do Conselho Municipal da Defesa das Crianças e Adolescentes, Carlos José Nascimento, comentaram que o 18 de maio deve ser lembrado todos os dias e, por isso, é preciso construir e fortalecer uma rede de defesa das crianças e adolescentes diariamente.

As atividades do seminário tiveram continuidade com uma palestra da psicóloga Gerbara Dias, que dissertou sobre o impacto psicossocial da violência intrafamiliar contra crianças e adolescentes. No encerramento, equipes se mobilizaram na praça José Bastos e realizaram ações de panfletagem, visando conscientizar a população a fortalecer a rede de defesa das crianças e adolescentes. A população pode realizar suas denúncias através do Disque 100, da Polícia Militar (190), Polícia Civil (197), Conselho Tutelar e Creas Paefi.
__________________________________
Texto: Wilson Junior
Foto: Waldyr Gomes