ADAILSON MIRANDA E REGINA SHUDO ABRILHANTAM JORNADA PEDAGÓGICA DE ITABUNA

14/05/2019 | Assessoria de Comunicação

Com observações pontuais, análises assertivas, muita descontração e reflexões apresentadas com um conhecimento técnico reconhecidamente entusiasmado, a Secretaria Municipal da Educação de Itabuna (SME), procedeu, na tarde desta segunda-feira (13), na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), no Auditório Paulo Souto, a abertura da XXXI Jornada Pedagógica da Rede Municipal de Ensino de Itabuna, com as palestras dos professores Adailson Miranda e Regina Shudo.

Miranda trouxe, em sua abordagem, um debate bastante motivador sobre o tema que assinou esta edição do evento (“EDUCAÇÃO: Linkando O DIREITO às RESPONSABILIDADES”). Já a professora Regina Shudo, doutora em Educação Infantil, com experiência também em Ensino Fundamental e Ensino Superior, palestrou sobre “Como Melhorar o Desempenho Escolar Garantindo o Direito de Aprender”.

Para Regina Shudo, “o discurso de que todos os atores sociais devem estar envolvidos no processo de aprendizagem não pode ser apenas um discurso: tem de envolver os diretores, os coordenadores pedagógicos e os professores, reconhecendo as limitações, mas não deixando que essas determinem o nível de envolvimento dos docentes com suas atividades, observando os indicadores e buscando parcerias importantes que são capazes de contribuir para melhorar a qualidade da educação”, disse a doutora.

A secretária da Educação de Itabuna, professora Nilmecy Santos Gonçalves disse que o primeiro dia da jornada foi muito especial, tendo tido feed backs importantes de que as expectativas foram todas superadas. Destacou que o trabalho em equipe fez toda a diferença nos resultados apresentados, em termos de qualidade do evento, cujo público lotou o Auditório Paulo Souto.

Nesta terça-feira (14), no segundo dia da jornada, os encontros acontecerão por segmentos. Três deles acontecerão na sede da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC Itabuna): no Campus I (em frente à Praça José Bastos), acontecerá o encontro com professores do Ciclo de Alfabetização, no auditório; e na sala 505, o da Educação Inclusiva. No Campus II, próximo à Central de Regulação do SUS, na Avenida Inácio Tosta Filho, acontecem os debates com os professores dos Anos Finais. Já no auditório da Faculdade Santo Agostinho, estarão os professores da Educação Infantil. Os professores dos Anos Iniciais, no Salão Paroquial da Igreja Santa Maria Goretti. E na Escola Santinha Tavares (Empresa Agrícola Condurú), os docentes da Educação no Campo. À excessão deste último grupo, todos os encontros serão iniciados às 8h. Os professores da Educação no Campo terão transporte para o local da jornada, saindo da Prefeitura de Itabuna, às 7h. Os trabalhos do segundo dia serão concluídos com o encontro dos professores da Educação de Jovens e Adultos (EJA), às 18h30min, no Centro Integrado de Educação de Itabuna (CIEI), antigo Colégio Estadual Dona Amélia Amado. Em todos os encontros, a SME propõe debater o tema “Desafios Para a Garantia do Direito de Aprender”.

Ainda durante abertura, no dia de hoje, a programação contou ainda com as participações culturais de Lucas Oliveira, assessor de Arte e Educação do Departamento de Educação Básica (DEB/SME), fazendo uma homenagem bem-humorada sobre ser mãe, ser professora; e de charanga, encerrando com chave de outro a programação do primeiro dia.