Escola Municipal de Trânsito inicia novas turmas

23/04/2019 | Assessoria de Comunicação

A Escola Municipal de Trânsito – Emtran após a conclusão do primeiro Processo Seletivo Simplificado deste ano (conforme Edital Nº 01/2019, publicado no Diário Oficial do Município de Itabuna, em 18.01 e que ofertou 70 vagas) iniciou na manhã desta segunda-feira (22), na sede da Escola, situada na Secretaria de Segurança Transporte e Trânsito – Sesttran (Bairro Lomanto), as aulas teóricas das novas turmas para aquisição da 1ª Carteira Nacional de Habilitação – CNH, nas categorias A (moto) e B (carro).

A aula inaugural, contou com a fala de abertura proferida pelo titular da Sesttran, Gilberto Santana, que deu boas-vindas aos novos alunos. O Secretário destacou a grande aprovação obtida pela Emtran, nos exames teórico e prático (realizados junto ao Detran), que normalmente atinge aproximadamente 95% de aproveitamento, e ressaltou a expressiva redução dos custos para a aquisição da 1ª CNH, através da Emtran, onde é cobrado apenas o montante referente à taxa da telemetria para a CNH “B”, restando ao aluno a despesa com o laudo “Renach” emitido pelo Detran e exames clínico e psicológico. Finalizando, Gilberto Santana solicitou todo o empenho no sentido de que os alunos busquem cumprir as atividades do curso sem ausências injustificadas, para que todos possam obter a sua CNH no tempo regular, que é estimado em cerca de quatro meses de duração, conclui.

A aluna Daniele da Silva Brandão, de 21 anos, estudante do 5º semestre do curso de Biomedicina da Unime (pelo Fies), uma das novas alunas da Emtran mencionou a sua satisfação pela aprovação no Processo Seletivo da Escola, logo na sua primeira inscrição. Daniele ressaltou o seu interesse pelos concursos públicos e acredita que o fato de já estar habilitada poderá lhe proporcionar um maior grau de empregabilidade, tanto numa futura aprovação em concursos, quanto na iniciativa privada. Já o estudante Gabriel Rocha Agra, de 19 anos, que cursa o 1° semestre do curso de Direito na FTC (pelo Proune) destacou que teve uma irmã que foi aluna da Emtran e lhe deu boas referências da Escola, influenciando-o assim a tentar a seleção. Com a aprovação espero agregar um diferencial na busca por uma vaga, no mercado de trabalho, bem como numa possível aprovação em concurso público, finaliza.