Secretaria de Saúde abre campanha de vacinação contra a gripe em Itabuna

10/04/2019 | Assessoria de Comunicação

Itabuna abriu, na manhã desta quarta-feira (10), a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe. A imunização que está sendo realizada em todas as unidades de saúde terá como grupo prioritário nessa primeira semana, crianças de seis meses a seis anos de idade, gestantes e puérperas, conforme cronograma elaborado pela da Rede de Frio da Secretaria de Saúde de Itabuna (SMS). Já na segunda semana, entre os dias 22/04 a 04/05, as doses serão aplicadas em profissionais de saúde e idosos com idade a partir de 60 anos.

A terceira semana de vacinação (de 06 a 17/05), será direcionada aos adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medidas sócio-educativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, professores de escolas públicas e particulares e portadores de doenças crônicas e não transmissíveis.

A coordenadora da Rede de Frio, Camila Brito informou que no dia D de mobilização nacional (04 de maio), deverão ser imunizados todos os grupos prioritários e de 20 a 31/05, devem tomar vacina as demais pessoas que ainda não receberam a dose. O atendimento nas unidades de saúde será das 07 horas da manhã às 16 horas. A expectativa é de que o município imunize 60 mil pessoas, o equivalente 90% da meta estipulada pelo Ministério da Saúde.

A coordenadora alerta a comunidade para a importância da vacinação que visa diminuir complicações em decorrência das infecções geradas pelo vírus da influenza. Camila explica que durante o inverno, as pessoas se concentram em ambientes fechados por causa do frio, “e se uma pessoa espirra ou tosse perto de outra já é motivo mais do que suficiente para a transmissão de vírus e bactérias”, afirma.

Ela destaca ainda que o ar seco nesse período do ano fica mais poluído, o que contribui para irritar as vias respiratórias. “Sabemos que a gripe é uma doença incômoda que atinge todas as idades, mas as crianças e os idosos são as maiores vitimas”, reforma a Camila, que é enfermeira da rede municipal de saúde em Itabuna.

Texto: Rosi Barreto
Fotos: Waldir Gomes