CAMPANHA EDUCATIVA PARA CONDUTORES CHEGA A MAIS DE 10.500 CONTEMPLADOS

15/03/2019 | Assessoria de Comunicação

Na última terça-feira (12), a Secretaria de Segurança Transporte e Trânsito – Sesttran reiniciou as ações da Campanha Educativa 2019, para Condutores. Lançada em caráter permanente pelo órgão em 2017 e coordenada pelo Setor de Educação para o Trânsito, em parceria com as Diretorias de Trânsito, Transportes, além da Guarda Civil Municipal – GCM, a campanha ocorre em duas etapas: primeiro na forma de blitz educativa conjunta, que acontece semanalmente no centro ou bairro da cidade, onde os condutores abordados pela equipe da Sesttran recebem orientações de segurança e prevenção de acidentes.

Já a segunda etapa da ação, ocorre somente com aqueles condutores flagrados em irregularidades, que ao invés da autuação punitiva prevista na Lei Federal Nº 9.503/97 (Código de Trânsito Brasileiro – CTB), são gentilmente convidados a participar de uma palestra educativa, às sextas-feiras, promovida pelo Setor Educacional, na sede da Sesttran. Segundo a Pedagoga e Coordenadora dos trabalhos educativos do órgão, Professora Elessandra Bispo, a campanha permanente já abordou 10.581 condutores, entre motoristas e motociclistas, sendo levados para a sala de aula 4.302 envolvidos em infrações, tais como: o uso irregular do capacete (correias soltas e viseira suspensa), calçado que não se firma aos pés, ausência do porte documental obrigatório, condução irregular de crianças, falta do cinto de segurança e o uso do aparelho celular, enquanto principais irregularidades constatadas.

Ainda conforme Elessandra, esse trabalho com os condutores está inserido num programa educacional mais amplo, que só em 2018 atendeu cerca de 27.000 pessoas, com atendimento regular a outros públicos como profissionais de trânsito (taxistas, mototaxistas, condutores do transporte escolar e de carro de som, além dos profissionais do órgão). As ações também se estendem às escolas, empresas, pedestres e atendem às mais distintas solicitações da comunidade. “Não temos dúvidas de que o Programa de Educação para o Trânsito da Sesttran tem apresentado reflexos diretos na redução dos acidentes, bem como nos custos com vítimas, na rede pública de saúde da cidade”, conclui a Educadora.

15.03.2019

Rita Barros

Ascom/Sesttran