PREFEITO VISITA IMEAM E GARANTE REQUALIFICAÇÃO PARA AS COMEMORAÇÕES DOS 40 ANOS

09/01/2019 | Assessoria de Comunicação

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, visitou os corredores e as salas de aulas do Instituto Municipal de Educação Aziz Maron (IMEAM), acompanhado por integrantes de sua equipe de trabalho. A cada passo que dava, a cada olhar lançado sobre a escola, suas memórias o levaram para o ano de 1978, quando decidiu que construiria, em Itabuna, um espaço grande para receber estudantes de todos os cantos. “Quando eu decidi que ia construir o IMEAM, isso aqui era tudo morro! Não foi fácil, mas conseguimos e em 1979, a escola estava pronta”, recordou o prefeito, que procedeu a visita a rigor, nesta terça-feira (08), da Solenidade de Certificação de Cursos Profissionalizantes mantidos pela Prefeitura de Itabuna, através de parceria do SESI/SENAI com a Secretaria de Assistência Social e Secretaria Municipal da Educação (SME), que disponibilizou salas de aulas do IMEAM para realização dos cursos.

O prefeito esteve acompanhado do vice-prefeito, Fernando Vita; da secretária municipal da Educação, professora Nilmecy Santos Gonçalves; da diretora do IMEAM, professora Wildes Alvarenga; e ainda, da secretária de Assistência Social, Sandra Neilma; entre outros técnicos e assessores.

A professora Nilmecy Gonçalves pontuou que “esse é o momento crucial para que tenhamos uma escola ainda mais bonita, para comemorarmos os 40 anos do IMEAM e podermos oferecer para a nossa comunidade uma escola moderna e bem equipada”.

Entre as ações que já foram determinadas pelo prefeito, estão a requalificação das quadras, recuperação do piso externo, pintura e revisão completa das instalações elétrica e hidráulica. A professora Nilmecy Gonçalves falou ainda sobre ajustamento de uma nova identidade visual alusiva aos 40 anos da escola e a elaboração do conceito de “um Novo IMEAM”.

A diretora do IMEAM, professora Wildes Alvarenga, ratificou ao prefeito que a escola possui um capital próprio de tradição e historicidade e que poderá ter esse capital convertido numa nova identidade didático-pedagógica, capaz de compreender os aspectos bio-psico-sociais que serão reelaborados a partir de 2019, na mesma dimensão em que será preservada a história da instituição. “Temos espaço a ser preenchido e estamos ansiosos para que o IMEAM se transfigure numa nova escola, com a cara e o jeito dos alunos”, disse a professora.

Texto: Eric Thadeu Nascimento Souza.
Fotos: Eric Thadeu Nascimento Souza.