Creadh faz a diferença na vida dos itabunenses que buscam reabilitação física

29/11/2018 | Assessoria de Comunicação

O Centro de Reabilitação e Desenvolvimento Humano (Creadh), da Secretaria Municipal de Saúde de Itabuna tem feito a diferença na vida de pacientes que buscam atendimento na unidade. Realizando cerca de 100 atendimentos diários, o centro tem como principal objetivo oferecer as condições necessárias para a reabilitação de pacientes adultos e crianças que tem algum tipo de deficiência física instalada, seja por problema motor, neurológico, traumatismo ou deformidade decorrente de alguma paralisia.

Cerca de 30 profissionais (especialistas e pessoal de apoio), fazem um trabalho diferenciado e humanizado com os pacientes que chegam encaminhados pelos postos de saúde. “O procedimento padrão é receber os encaminhamentos, mas isto não quer dizer que não atendemos caso ocorra alguma demanda espontânea”, explica o coordenador da unidade, o fisioterapeuta Joselito Filho. E completa informando que dos 100 atendimentos diários, 50% são de outros municípios pactuados.
Na primeira visita ao Creadh, de acordo com o coordenador Joselito, o paciente passa por um Grupo de Orientação, que é espécie de pré-triagem formada por psicólogos, fisioterapeutas e assistentes sociais. “Só após essa avaliação ele é direcionado para a consulta médica, seja com Neurologista, Neuropediatra, Ortopedista, Grastroenterologista, para então definir o tipo de atendimento que ele receberá”, explica.

Profissionais das áreas de psicologia, nutrição, terapia ocupacional, psicopedagogia, enfermagem e fisioterapia também integram o quadro do Creadh. “Nossos pacientes demandam tratamento por longo período de tempo, posso dizer que são para uma vida inteira e por este motivo precisamos oferecer uma variedade de especialidades que ajudam a amenizar as limitações de cada um”.

Sendo uma referência em Itabuna e Região quando se fala em reabilitação física, o Centro de Reabilitação e Desenvolvimento Humano também conta com modernos equipamentos, entre eles, a maca de ortostase. “Este é um aparelho que é um diferencial, muito requisitado inclusive pelas clínicas particulares. Ele é utilizado com os pacientes que não ficam em pé sozinhos, com isso, permite ativar as terminações nervosas colocando essas pessoas de pé”, explicou o coordenador do Centro.

Público-alvo
Para os pacientes com perfil infantil, o Creadh disponibiliza atendimento para aqueles que possuem paralisia cerebral, retardo no desenvolvimento e síndromes neurológicas. Já os adultos, os que possuem Acidente Vascular Encefálico – AVE (anteriormente chamado de AVC), os amputados, aqueles com traumatismo craniano e Síndromes. Maiores informações sobre o Creadh podem ser obtidas na Rua Inglaterra, nº 104, bairro São Judas, ou pelo tel. (3215-6621).

__________________________________
Texto: Kaline Ribeiro
Fotos: Waldyr Gomes