Escola Profissionalizante encerra semestre com exposição em Itabuna

14/06/2018 | Assessoria de Comunicação

A Escola Profissionalizante de Itabuna encerrou com chave de ouro o primeiro semestre deste ano ao apresentar uma exposição dos melhores trabalhos feitos pelos alunos dos diversos cursos profissionalizantes, oferecidos gratuitamente pela unidade, mantida pela Secretaria de Assistência Social da Prefeitura.
Em visita à exposição, a secretária de Assistência Social, Sandra Neilma Costa ficou encantada com a qualidade do trabalho feito pelos alunos. Ela assegurou que eles estão prontos para enfrentar novos desafios, seja como empregado ou mesmo para montar seu próprio negócio. Sandra Neilma destacou o curso de cabeleireiro, por exemplo, que é um dos mais concorridos e que absorve muita mão de obra em salões de beleza.

Além da oportunidade de expor as mais diversas peças, entre vestuário, artesanato, pintura em óleo sobre tela, bordado e croché, os alunos que concluíram o curso com bom aproveitamento também receberão certificados. “Esse documento é importante porque muitas empresas que disponibilizam vagas exigem comprovação do profissional, no caso, por exemplo, de cozinheiro para restaurante, lanchonete ou hotel”, lembrou a secretária.

A vice-diretora da escola, Wilmara Monte ressaltou que “a exposição serve para os alunos mostrarem, na prática, que realmente aprenderam uma profissão durante os quatro meses de curso e que estão prontos para enfrentar novos desafios, além de oportunizar a venda de seus produtos, se assim desejarem”. Wilmara lembra que os cursos são gratuitos e ministrados por profissionais capacitados em cada uma das áreas.

Ela destacou ainda a importância de cada um dos cursos, que promovem, além do aprendizado para os novatos, a capacitação daqueles que atuam no mercado, mas que não têm certificado, exigido por alguma empresa, como o de cabelereiro por exemplo. Wilmara informa ainda que além da exposição de peças variadas, os alunos também atendem ao público com serviços de manicure e cabeleireiro, gratuitamente, durante a mostra.