Refis termina atingindo a meta prevista, mas não terá prorrogação

18/12/2017 | Assessoria de Comunicação

        O secretário da Fazenda e Planejamento, Moacir Messias realiza, na próxima segunda-feira (18), uma reunião com a equipe da Divisão de Tributos para avaliar os  resultados do Programa de Recuperação Fiscal – Refis 2017, que terminou nesta sexta-feira (15), superando as metas previstas pelo governo, mas não terá prorrogação. O atendimento registrou até às 10 horas de hoje (15), 5.326 atendimentos renegociações de dívidas.

        O diretor do Departamento de Tributos, Emerson Carvalho explica que o atendimento aos contribuintes foi intensificado nos últimos dias, com ampliação do horário das 8 às 16 horas, como também com a mobilização de uma equipe de 30 auditores e agentes fiscais que utilizam todos os terminais disponíveis naquela unidade do governo que funciona no anexo do Centro Administrativo. Além de beneficiar pessoas físicas, o Refis também renegociou dividas de empresas, uma das quais com um passivo de R$ 1,3 milhão e outra com um débito de R$ 600 mil de IPTU.

        Ele lembra que o Refis permitiu aos contribuintes em débito com o IPTU, ISS e taxas diversas com o município cujo vencimento tenha ocorrido até 31 de dezembro do ano passado quitarem suas dívidas com o município. Disse ainda, que o prazo foi encerrado depois de uma prorrogação prevista na legislação aprovada pelo legislativo e o destaque ficou para a renegociação de grandes contratos em até 60 meses.

 

______________________________________

Texto: Kleber Torres