Prefeito anuncia cortes de gastos e fala de mudanças na Sema e Arsepi

02/12/2017 | Assessoria de Comunicação

Ao considerar que enfrentamos momentos difíceis e que em termos administrativos tem tomado medidas duras, porque a prefeitura estava num desmando total com desmonte da máquina administrativa pelos seus antecessores, o prefeito Fernando Gomes lamentou, na posse do Secretário de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente, Jorge Vasconcelos e da superintende da Agência Reguladora do Serviço Público de Itabuna (Arsepi), Carolina de Oliveira Santos Badaró, as dificuldades enfrentadas. Ele anunciou o corte de despesas em todas as áreas para assegurar o pagamento dos salários e do 13º dos servidores municipais. Destacou ainda que os salários do prefeito, do vice e dos secretários municipais só serão pagos a partir do próximo ano.

O prefeito Fernando Gomes autorizou a partir de hoje (1º/12), o pagamento dos salários dos aposentados e dos pensionistas. Além de anunciar medidas de contenção de gastos, o que vai impedir a iluminação das ruas para o Natal porque a prioridade é o pagamento dos funcionários públicos, ele anunciou que o governo também vai iniciar no próximo ano a cobrança de multa para quem jogar lixo nas ruas e para os proprietários de imóveis com focos do aedes aegypti: “Este ano conseguimos reduzir a infestação predial de 26% para 15%, mas a meta do nosso governo é zerar este índice e tentar banir de Itabuna a dengue, a zika e a chikungunya, o que depende do apoio da população”.

Mudanças

Com relação às mudanças na equipe de governo, o prefeito elogiou John Nascimento, “que realizou um grande trabalho, mas, infelizmente, teve de retornar à administração das empresas do seu grupo familiar. Por isso optei por Jorge Vasconcelos e Carol Badaró, e eu decido com rapidez assumindo os acertos e os erros, mas consciente do que estou fazendo e porque tenho compromisso com Itabuna”.

Ele agradeceu à colaboração de John Nascimento e destacou as qualidades do seu sucessor Jorge Vasconcelos, “um profissional experiente, honesto e competente”, bem como da nova superintendente da Arsepi, Carol Badaró, a quem conhece há 14 anos e que se destaca pela sua capacidade de trabalho.

O prefeito também anunciou que fez um contrato com a Fundação Getúlio Vargas para que seja dada uma solução para a questão da Emasa e da despoluição do rio Cachoeira, uma vez que a prefeitura não dispõe de R$ 500 milhões para investir em saneamento básico. Uma das alternativas em estudo pela FGV seria a implementação de uma parceria público privada para a Empresa Municipal de Água e Saneamento.

____________________________________
Prefeitura Municipal de Itabuna
Assessoria de Comunicação Social
Texto: Kleber Torres