PREFEITURA DE ITABUNA ARTICULA AÇÕES PARA O DEZEMBRO VERMELHO

22/11/2017 | Assessoria de Comunicação

Dando ênfase aos movimentos de conscientização, rastreamento e prevenção de doenças que comumente registram atividades diversas no último trimestre do ano (a exemplo das campanhas Outubro Rosa e Novembro Azul), a Prefeitura de Itabuna, através da Secretaria Municipal de Saúde, pretende fechar com chave de ouro esse período, dando conta de ações que já estão sendo articuladas desde o início de novembro, desta vez, visando o Dezembro Vermelho.

A campanha existe no Brasil, de maneira fortalecida, há cerca de dez anos, mas só foi oficializada como instrumento de prevenção no último dia 7 de novembro com a sanção da Lei 13.504, que institui a Campanha Nacional de Prevenção ao HIV / Aids e outras infecções sexualmente transmissíveis.

Uma das ações, em Itabuna, articuladas para a campanha deste ano foi a participação de cerca de 15 representantes da cidade no VII Encontro Regional da Cidadãs Posithivas do Nordeste, que aconteceu entre 8 e 11 de novembro de 2017, em Ilhéus, com o apoio do Ministério da Saúde, do Governo do Estado (através da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia – SESAB), Prefeituras de Itabuna e Itapetinga, além das Coordenações Estaduais e Municipais de Testagem e Aconselhamento e também dos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA’s).

“O Governo do Estado, juntamente com todos os movimentos de representatividade da população soropositiva, teve a sensibilidade de que, no Estado da Bahia, esse encontro fosse realizado numa cidade do interior, e escolheu-se, então, a cidade de Ilhéus, por uma questão de logística”, explicou a secretária municipal de Saúde, Lísias Miranda São Mateus.

O encontro reuniu cerca de 85 participantes, além de especialistas e pesquisadores. “Esse evento é muito importante porque atrela a questão das lutas de identidade de gênero, no caso o das mulheres, em torno de algo que ainda é visto pela sociedade de uma maneira um tanto quanto preconceituosa e desinformada. Mais do que isso, faz com que as questões da soropositividade feminina seja debatida e refletida de maneira organizada, articulada, dando ênfase às necessidades específicas deste grupo”, disse uma das participantes.

A representante do Movimento Nacional das Cidadãs Posithivas – MNCP Nacional – Silvia Aloia (RS), disse que o Estado da Bahia está de parabéns pelo nível de debates que estiveram suscitados em Ilhéus. “É muito importante dizer que sem o apoio do poder público, muito dificilmente se articulam ações tão bem conduzidas e tão contundentes. Então, é importante falar do apoio do Governo do Estado, da Secretaria de Saúde de Itabuna, a de Itapetinga e de todos os movimentos de lutas de mulheres”, ratificou indicando o quanto é importante lutar por políticas direcionadas às mulheres que vivem com HIV / Aids.

Outras ações já estão sendo organizadas em parceria com o Centro de Referência, Prevenção, Assistência e Tratamento (CERPAT), o Grupo de Apoio e Prevenção da Aids (GAPA) e o Grupo Humanus. A expectativa do prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, é o de fazer do Dezembro Vermelho deste ano, um dos mais contundentes desde que a campanha tomou forma. “Não mediremos esforços para fazermos uma campanha muito bonita, envolvendo toda Itabuna”, finalizou a secretária Lísias Miranda.

 

Texto: Eric Thadeu Souza