Itabuna incluída no Plano de Revitalização da Bacia do Cachoeira

20/10/2017 | Assessoria de Comunicação

O governador Rui Costa formalizou hoje (20) em Ibicaraí, o anúncio do Plano Estratégico de Revitalização da Bacia do Rio Cachoeira, inserido no Programa de Desenvolvimento Ambiental (PDA – Bahia), coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e elaborado pela Sema e Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), com um custo de R$ 1,5 milhão. O projeto é resultado de uma parceria do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), visando de ações que promovam a proteção de nascentes e cursos d’água assegurando a recuperação e preservação da bacia do Cachoeira, que abrange 17 municípios, inclusive Itabuna, com um investimento previsto de R$ 4 milhões.

O projeto preconiza a realização de um diagnóstico ambiental da região, a restauração florestal de 150 hectares de matas ciliares e nascentes dos rios Salgado, Colônia e Cachoeira, além do plano de revitalização e inclusão de pequenas propriedades da agricultura familiar no Cadastro Ambiental Rural (CAR/Cefir). O trabalho deve mobilizar cerca de 300 pequenos proprietários de terra da região da bacia, que contribuíram com a classificação dos remanescentes florestais, levantamento do uso e ocupação do solo e recursos hídricos e identificação e caracterização de áreas degradadas.

As ações incluem todos os imóveis rurais de até quatro módulos fiscais da área da bacia no Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais contemplando prioritariamente a agricultura familiar. Na fase preliminar foram contratados 13.852 cadastros, com um investimento total R$ 1,2 milhão nos municípios de Buerarema, Ilhéus, Itabuna, Arataca, Barro Preto, Caatiba, Firmino Alves, Floresta Azul, Ibicaraí, Itajú do Colônia, Itambé, Itapé, Itapetinga, Itororó, Jussari, São José da Vitória e Santa Cruz da Vitória.

____________________________________
Texto: Kleber Torres