VII Conferência Municipal de Saúde discutiu o papel do cidadão para o fortalecimento do SUS

26/09/2017 | Assessoria de Comunicação

Um público formado por usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e funcionários da Secretaria Municipal de Saúde compareceu ontem (25) em massa no auditório da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) para participar da VII Conferência Municipal de Saúde. O evento que teve como tema “O Papel do Cidadão no Fortalecimento do SUS” contou com a presença da Secretária de Saúde de Itabuna, Lísias São Mateus, de representantes do Conselho Municipal de Saúde, e da palestrante Alessandra Borges, enfermeira com mestrado em Saúde Coletiva.

Considerado um evento de grande poder social para transformação e defesa do fortalecimento do SUS, os participantes da VII Conferência Municipal de Saúde mostraram mais uma vez vontade e disposição em avançar com a saúde no município. Para a secretária Lísias São Mateus, a conferência se apresentou como um momento de tomada de decisões.

Ela aproveitou para lembrar a importância da Conferência e do processo de elaboração do SUS. “É muito importante que tenhamos momentos como este de conferências, porque o SUS foi construído exatamente desta forma, a partir de um movimento social em que se idealizou o que é um Sistema Único de Saúde, ou seja, um sistema de igualdade para todos, de acessibilidade e, principalmente justiça”, reforçou.

Na avaliação da Secretária, o que falta “é tirar as ideias do papel e conseguirmos enquanto Gestão e Conselho Municipal de Saúde, colocar em prática, fazer com que as demandas dos usuários e as nossas reflexões saiam do papel e possam ser discutidas num contexto macrorregional, estadual e nacional, para depois quem sabe, implantarmos uma política pública direcionada para o que discutimos aqui inicialmente”, explicou.

E acrescenta: “A partir do momento que idealizamos algo, ele só se concretizará quando se tornar uma diretriz do SUS e uma política pública, ou seja, parte do nosso encaminhamento para o Estado e depois para o Ministério da Saúde, para que possamos assim ter uma concretude daquilo que discutimos na Conferência Municipal. Caso contrário, nenhuma diretriz será efetivada. Considero o momento desta Conferência como o nascer de uma nova diretriz para que possamos assessorar o SUS e mantê-lo acessível para toda população”.

Conferência de Vigilância em Saúde

Vale ressaltar que nesta terça-feira (26) também acontece no auditório da Faculdade de Tecnologia e Ciência (FTC) a I Conferência de Vigilância em Saúde. Às 8h30 horas teve uma palestra sobre “Vigilância, saúde do trabalhador e controle social” ministrada pelo médico Francisco José Souza e Silva, seguida de um debate com a participação dos profissionais e usuários do SUS. Logo após a enfermeira Soraya Santiago ministrou palestra sobre “Vigilância em Saúde: direito, conquistas e defesa de um SUS público de qualidade”. O encontro será encerrado com a eleição dos delegados para representação de Itabuna na Conferência Estadual.

______________
Texto: Kaline Ribeiro
Reportagem: Wilson Júnior