Interbairros movimenta fim de semana em Itabuna

21/08/2017 | Assessoria de Comunicação

Suspense, alegria, integração e o grito de emoção a cada gol. Estes foram os sentimentos vividos por atletas, treinadores e o público que é fiel e prestigia o Campeonato Interbairros de Futebol, cujas partidas acontecem aos domingos nos campos de bairros pré-estabelecidos pela organização. O evento, que já é uma tradição em Itabuna, é promovido pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc), com o apoio da Secretaria de Administração e associações de moradores.

No último final de semana, 18 equipes jogaram as partidas válidas pela primeira fase do campeonato, no Estádio Luiz Viana Filho e em outros cinco campos de bairro. Apesar dos poucos gols, não faltou o entusiasmo da torcida. À exceção das equipes de Mangabinha 3×1 Jaçanã e Vale do Sol 1×3 Fonseca, que conseguiram um bom saldo de gols, as demais mantiveram o placar de 1×0 ou empate de 0x0.

Mas para os torcedores, o importante é que o evento atrai grande público. “A iniciativa é válida porque promove a união de atletas de vários bairros e não deixa de ser uma atração agradável para as famílias nos fins de semana”, como destacou Rômulo Silva. Junto com seu filho Diogo Lisboa, de oito anos, ele disse que não perde uma partida.

O secretário de Administração, Dinailson Oliveira, que visitou os campos durante a rodada, também afirma que é um apaixonado pelo futebol, como todo bom brasileiro. Para ele, todos os jog

os são emocionantes, tendo ou não muitos gols. Ele também destaca a presença da torcida, ao lembrar que “além de animar o ambiente, incentiva os organizadores e os atletas a fazerem bonito em campo”.

Quem também vibra com a competição, são os ambulantes que aproveitam o evento nos fins de semana para complementar a renda com a venda de comidas e bebidas. É possível encontrar em cada campo, petiscos como salgadinhos e espetinhos, além de água gelada, refrigerantes e cervejas em lata.

Numa barraquinha montada pela dona de casa Dinalva dos Santos, moradora da

Avenida Roberto Santos, no Pedro Gerônimo, por exemplo, não faltaram doces, salgados e bebidas variadas. “Gosto de apreciar o movimento e aproveito para ganhar um dinheiro extra que é sempre bem vindo”, comemora a dona de casa.

[ngg_images source=”galleries” container_ids=”17″ display_type=”photocrati-nextgen_basic_thumbnails” override_thumbnail_settings=”0″ thumbnail_width=”240″ thumbnail_height=”160″ thumbnail_crop=”1″ images_per_page=”20″ number_of_columns=”0″ ajax_pagination=”0″ show_all_in_lightbox=”0″ use_imagebrowser_effect=”0″ show_slideshow_link=”1″ slideshow_link_text=”[Show slideshow]” order_by=”sortorder” order_direction=”ASC” returns=”included” maximum_entity_count=”500″]

____________________________
Texto: Rosi Barreto
Fotos: Waldir Gomes