Diretora explica na Câmara sobre a suspensão de visitas de religiosos ao Hospital de Base

17/08/2017 | Assessoria de Comunicação

A diretora da Fundação de Assistência à Saúde de Itabuna (Fasi), Márcia Rodrigues, juntamente com o diretor administrativo, Jorge Ribeiro, esteve na Câmara de Vereadores para discutir a questão da suspensão, até o dia 28 deste mês, da visita de pastores, evangélicos católicos e umbandistas  aos pacientes internados naquela unidade. 

A diretora explicou que a suspensão se deu por conta do risco que os pacientes correm com a presença de pessoas estranhas nas enfermarias, comprometendo o trabalho das enfermeiras, que segundo disse, eram obrigadas a sair do quarto para que os pacientes recebessem o apoio espiritual.

Márcia ressaltou a importância desse apoio espiritual, principalmente para quem está num leito hospitalar, “mas que seja feito de uma forma que respeite as normas em qualquer unidade hospitalar, como por exemplo, horários de visitas programados”.

A diretora pediu, inclusive, o apoio dos vereadores para que juntos encontrem uma solução que beneficie tanto os pacientes quanto os profissionais de saúde, “para não comprometer o trabalho técnico de médicos e enfermeiros, e principalmente a saúde do paciente, muitos dos quais estão vulneráveis e suscetíveis a contrair uma infecção hospitalar ”.

Os vereadores elogiaram a nova administração do Hospital de Base e se comprometeram a envidar esforços no sentido de não contrariar as visitas de religiosos que segundo afirmam têm um papel importante ao levar o apoio espiritual aos pacientes, nem tão pouco deixar de atender as normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde e também da Organização Mundial de Saúde (OMS) que estabelecem conjunto de ações deliberadas visando a redução de possíveis incidência e da gravidade de infecções hospitalares.

_____________________________

Prefeitura de Itabuna

Diretoria de Comunicação Social

Texto: Rosi Barreto

Fotos: Pedro Augusto