Saúde avança nas ações de combate ao Aedes aegypti

02/08/2017 | Assessoria de Comunicação

O combate às endemias provocadas pelo Aedes aegypti tem sido um dos principais propósitos da Secretaria de Saúde de Itabuna. A meta é acabar com o mosquito. O tratamento de todos os pontos estratégicos, o recolhimento de pneus, além de um trabalho contínuo de sensibilização da população por meio da Educação em Saúde são algumas das ações.

Segundo o coordenador de Endemias, Roberto Góes, a SMS tem feito avaliação semanal do número de casos para esclarecer em tempo oportuno a comunidade, a possibilidade do aumento da quantidade de casos. Também são feitos bloqueio de transmissão das arboviroses, tratamento Focal e Perifocal, palestras nas escolas; “Pit Stop” da Dengue nas ruas; tratamento em domicílio com atividades de campo e recuperação de casas fechadas;

Entre outros importantes serviços mantidos pela SMS estão o Disk Dengue, monitoramento das Notificações dos Agravos e Doenças Relacionadas ao Trabalho, das Notificações dos ADRT por unidade notificante na Região de Saúde e dos óbitos por causas externas, relacionados ao trabalho realizado pelo CEREST. As inspeções para Mapeamento de Risco, o monitoramento do Procedimento de Inspeção Sanitária em Saúde do Trabalhador e Procedimentos de Atenção à Saúde do Trabalhador. A SMS também realizou por duas vezes este anjo, o Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa).

Uma ação de rotina

A Rede de Frio da SMS mantém uma rotina permanente: garantir vacinação diária nas unidades de saúde para todos os públicos.  Aliado a isso, também participa de campanhas nacionais, a exemplo da imunização contra a  Influenza, realizada este ano no município.

Entre outras ações executadas este ano estão: investigação de 100% dos casos de eventos adversos pós-vacinação; previsão e provisão regular de imunobiológicos; abastecimento regular de soros nos hospitais; planejamento, organização e intensificação vacinal em todas unidades de saúde para o alcance da homogeneidade da cobertura vacinal; disponibilização de imunobiológicos especiais para indivíduos com imunidade comprometida, ações educativas  e cadastramento de estabelecimentos Sujeitos a VISA.

Coube à Rede de Frio, a exclusão de estabelecimentos sujeitos a VISA e instauração de processos administrativos sanitários e inspeção sanitária de estabelecimentos, controle da qualidade da água para o consumo humano. Ainda nesse quadrimestre  foram realizados mutirões de Atividades Pendentes e ainda inspeção e fiscalização em estabelecimentos sujeitos a VISA, que funcionam no turno noturno, inspeções em festas populares e investigação de surtos de doenças transmitidas por alimentos.