Qualidade da assistência em saúde pública: sonho de consumo do paciente do SUS

02/08/2017 | Assessoria de Comunicação

A secretária municipal de Saúde, Lísias Miranda São Mateus, afirma que o desafio é um só: “transformar a saúde no município em referência na assistência básica, fortalecendo também os serviços de média e alta complexidade”. Comandando a Secretaria de Saúde há pouco mais de três meses, ela disse que conseguiu acabar com o déficit de profissionais nos postos de saúde, ao contratar 11 médicos a mais para a Atenção Básica.

Ela comemora também outros importantes avanços no setor, como a reabertura da Unidade de Saúde José Edites, no bairro São Caetano nos finais de semana, que havia sido fechada na gestão passada; a construção do muro da Unidade de Saude José Maria de Magalhaes Neto, no centro da cidade, e a contratação de profissionais como urologistas, neurologistas, cirurgia geral, cardiologistas e ginecologistas para a Policlínica Dois de Julho.

Sobre essa unidade especializada, ela anuncia a mudança de endereço da praça José Bastos para a Rua Rui Barbosa, e ainda a ampliação do número de consultórios, saindo dos atuais 15 para 27. Além disso, o prédio contará com um elevador, “garantindo com isso o direito fundamental à acessibilidade e a efetiva integração da pessoa com deficiência para leva-lo até onde precisa chegar”.

Lísias São Mateus também informa que já foi iniciada a melhoria das estruturas físicas das unidades de saúde, com uma equipe, incluindo agentes de endemias, que realiza mutirões de limpeza nos finais de semana, uma ação que tem mudado o visual dos postos e trazido esperança para os profissionais e pacientes assistidos em cada um deles.

Outro destaque apontado como uma conquista pela secretária de Saúde é com relação à queda no índice de infestação predial, graças ao trabalho intensivo e rotineiro dos agentes de endemia. “Isso significa que a dengue, chikungunya e zica não vão nos vencer”, desafia.

 Maior cobertura em saúde da família

Ela conta que quando assumiu a Secretaria de Saúde de Itabuna, a cobertura do Programa de Saúde da Família (PSF), era a menor na Bahia, em 32%. Hoje os números subiram para 61%, considerado um avanço importante para o município. “Junto a esse importante passo, conseguimos inaugurar o ambulatório de psiquiátria dentro da rede de assistência à saúde mental, que havia sido desativado no Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhães”.

Itabuna conta hoje com o primeiro Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Os núcleos, conforme explica a secretária, foram criados pelo Ministério da Saúde em 2008 com o objetivo de apoiar a consolidação da Atenção Básica no Brasil, ampliando a oferta de saúde na rede de serviços, assim como a resolutividade, a abrangência e o alvo das ações.

Em Itabuna, a unidade, que estava com a habilitação pendente há cerca de oito anos, é formada por uma equipe de profissionais de diferentes áreas que atua de forma integrada em apoio às equipes Saúde da Família e da Atenção Básica para populações específicas. “Serve também para compartilhar as práticas e saberes em saúde nas  áreas sob responsabilidade destas equipes”.

 Vencendo dificuldades

Dentro do programa de ação da atual gestão, Lísias informa que seis das unidades básicas de saúde foram transformadas em Programa de Saúde da Família, o  que contribuiu para aumentar os recursos da Atenção Básica no município. Ela explica que o PSF atua na prevenção e promoção da saúde e é o principal modelo de organização de atenção primária à saúde no país. “Com uma equipe multiprofissional e uma estrutura adequada, o programa se torna mais integral e resolutivo”.

Além da habilitação do NASF, a Secretaria de Saúde também regularizou a motolância usada pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192). Lísias informou que durante oito anos o serviço era custeado pelo município, sendo que o Ministério da Saúde faz o repasse de valores. Segundo ela, esta também  era uma pendência para a troca de toda a frota de ambulâncias do SAMU, que a partir de agora será pleiteada junto ao Ministério da Saúde.

“Com todas as dificuldades, e mesmo num período de recessão que o país enfrenta, estamos avançando com o apoio que temos recebido do prefeito Fernando Gomes e de toda a equipe que compõe o governo municipal”, destacou a secretária. Ela também aproveitou para agradecer a população de Itabuna “pelo voto de confiança e pela paciência, pois sei que muitas famílias estavam desassistidas em saúde. Minha equipe também merece nossos agradecimentos pela dedicação e o esforço na busca de uma saúde pública de qualidade a que todos têm direito”.