Emasa lança campanha “Seja um Consumidor Legal”

19/05/2017 | Assessoria de Comunicação

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) lançou a Campanha “Seja um consumidor legal”, com o objetivo de regularizar a situação dos usuários que encontram-se com dívidas ou mesmo em situação de ligações clandestinas. De acordo com o presidente da Emasa, Jader Guedes, a campanha segue até o dia 31 de Julho e a meta é ter um retorno de 50% nos pagamentos dessas dívidas. “Para isso, estamos oferecendo facilidades como, por exemplo, desconto de até 100% sobre juros e multas das dívidas contabilizadas até o ano de 2016”.

Já os débitos feitos este ano, esclarece o presidente, estão sendo oferecidos descontos, que não chegam a 100%, mas com facilidades que incluem parcelamentos de acordo com as condições do cliente. Além dessas facilidades para pagamento das dívidas, a Campanha também tem contribuído para que situações como estas não cheguem à via judicial. “É uma forma de evitar queixas-crimes, pois já fizemos 15 notificações graves, isto é, não envolvendo comunidades carentes”.

E alerta: “É importante regularizar as ligações clandestinas sem multa até 31 de julho, porque após essa data, haverá corte da água e os autores serão responsabilizados criminalmente”. O presidente Jader Guedes faz questão de ressaltar que esta é uma grande oportunidade para uma interação positiva entre clientes e empresa. “Queremos trazer essas pessoas para dentro da legalidade, criar um elo de confiança”. Interessados em regularizar sua situação, devem procurar o posto de atendimento da Emasa situado na Rua Adolfo Maron, nº 18, centro de Itabuna.

 

Reajuste

Ressaltando a grave crise financeira que a Emasa enfrentou nos últimos anos, além do sucateamento dos equipamentos e necessidade de reformas nas estações de tratamento, o presidente Jader Guedes justifica o reajuste da tarifa – aplicado nas contas com vencimento a partir de 1º de maio -, lembrando que há 19 meses a empresa não reajustava sua tarifa. “Nosso reajuste poderia ser de 14%, mas atendendo uma determinação do prefeito Fernando Gomes que tem uma preocupação muito grande com a população, principalmente a carente, nosso reajuste foi de 10,5%, muito abaixo da realidade”.

E completa ressaltando que apesar da empresa passar por sérias dificuldades financeiras, não foi aplicado reajuste abusivo. “Se formos comparar a tarifa da Emasa com a da Empresa Estadual, a nossa é muito menor, e esta foi uma determinação o prefeito, de que ficasse abaixo. A nossa tarifa social, por exemplo, é quase quatro vezes mais barata que a da Embasa, e as demais tarifas 85% mais barata”, compara, lembrando que a população foi informada sobre o reajuste com antecedência de 30 dias, e o decreto sobre o referido reajuste publicado no Diário Oficial do Município com antecedência de 35 dias.

______________________________________

Texto: Kaline Ribeiro

Foto: Waldir Gomes