Parceria com governo do estado vai permitir conclusão das obras do Teatro Municipal

08/03/2017 | Assessoria de Comunicação

Como resultado da parceria entre o governo municipal e estadual, o prefeito Fernando Gomes visitou, juntamente com técnicos da Superintendência de Patrimônio do Estado da Bahia, o arquiteto Geonildo Menezes e o engenheiro Marcos Muniz, as obras paralisadas há dez anos do Teatro Municipal, visando a sua retomada. A comitiva era integrada também pelos secretários de Desenvolvimento Urbano, Chico França e de Administração, Dinailson Oliveira, bem como por empresários e técnicos do governo, que estudam a execução do projeto pela Prefeitura de Itabuna, com o aporte de R$ 22 milhões a serem repassados pelo governo do estado.

O prefeito explicou que as obras foram iniciadas pela construtora Liz, com atuação no mercado europeu e na América do Sul, com a previsão de 7l7 lugares: “É uma obra bem construída e que precisa ser concluída. O projeto seria complementado com investimentos em mobiliário, equipamentos acústicos, ar condicionado e iluminação”.

Para Fernando Gomes, a parceria com o governo estadual é fundamental para a conclusão de uma obra essencial para a cultura itabunense e que consolida Itabuna como um centro regional para a realização de grandes eventos de música, teatro e dança. Ele elogiou a sensibilidade do governador Rui Costa, que manifestou seu apoio ao projeto de retomada das obras.

O arquiteto Geonildo Menezes explicou que deverá repassar para o governo municipal o memorial descritivo do projeto e informações para acelerar a eleboração do edital para retomada da obra. Observou que há necessidade de reavaliar a estrutura metálica do telhado e das passarelas laterais, salientando que as fundações foram bem feitas, com estacas metálicas e que há necessidade de adequar e adaptar o teatro às novas normas técnicas de segurança e engenharia.

O empresário Edimar Margotto, que acompanhou a visita da comitiva ao teatro considera que a sua conclusão representa a realização de um sonho, porque fortalece não apenas Itabuna como um grande centro regional de cultura e serviços, como também abre um espaço para grandes espetáculos e ao mesmo tempo para a realização de formaturas, convenções e simpósios.