Secretaria da Educação reúne dirigentes da Rede Pública Municipal de Ensino de Itabuna

03/03/2017 | Assessoria de Comunicação

Promover ações e metas que visam aprimorar a Rede Pública Municipal de Ensino em Itabuna. Este foi o objetivo de uma reunião realizada pela Secretaria de Educação na manhã desta sexta-feira (3), na FTC – Faculdade de Tecnologia e Ciência, e que contou com a presença de dirigentes das Escolas Municipais.

A secretária de Educação, Anorina Smith, salientou a importância da integração entre os gestores, corpo docente e pais de alunos durante o Ano Letivo de 2017, e pediu empenho por parte dos dirigentes, a fim de tonar cada escola de Itabuna referência no ensino fundamental. “A escola é umespaço sagrado, onde o aluno tem o ensino e a aprendizagem. Nosso objetivo principal é torna-nos uma rede alfabetizada de qualidade. Por isso queremos servidores públicos empenhados, de excelência”, salientou.

Anorina defendeu a importância de uma mudança no quadro dos gestores educacionais que atuam na área há mais de dez anos. Para ela, “o tempo de atuação pode deixar o profissional cansado e acabar influenciando no processo de ensino”.  A redução da carga horária também foi debatida durante a reunião. Segundo a secretária, o professor que tiver atuando com carga horária de 80 horas terá uma redução 40 horas.

Durante a reunião, a nova diretora do Departamento de Educação Básica, Elisângela Messias, divulgou os nomes dos assessores que irão compor o departamento. Dentre eles, estão técnicos pedagógicos que atuarão em áreas voltadas para a Educação Infantil, Ensino Fundamental, Jovens e Adultos, da Saúde Escolar, de Arte e Educação, de Desporto Escolar, entre outras. Elisângela defendeu a ideia de uma reformulação na Rede Pública de Ensino.

“A equipe que foi formada precisa, nunca perder de vista o olhar das novas escolas. Precisamos continuar colaborando para que as instituições, junto com a Coordenação Pedagógica e a comunidade escolar possam redimensionar o ensino. A equipe está com muita vontade de fazer, estudar, pesquisar, ir à busca de novas experiências para produzir um trabalho diferente no município”- enfatizou.

Infraestrutura das escolas

Com relação unidades escolares que estão funcionando de forma precária, a secretária de Educação observou que, caso o recurso da Fundesb seja liberado em Abril, cerca de 40% dele será suficiente para mudar o aspecto estrutural das escolas. Ela informou ainda que a restruturação será executada com recursos próprios do Governo.